Grass

Grass

Marcadores

Tutoriais Recentes

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Importando Dados Vetoriais ESRI Shape

 

O GRASS-GIS possui suporte à importação de diversos tipos de dados graças as bibliotecas que este programa possui. Entre estes dados vetoriais, o formato mais comumente utilizado é o shapefile (*.shp).

Vamos realizar a importação de dados vetoriais nas feições de ponto, polígono e área. Primeiramente faça o download do arquivo com os vetores clicando aqui. Depois de concluído o download, descompacte o arquivo em uma pasta de sua preferência. Para iniciar a importação dos dados, deve-se criar primeiramente uma LOCATION com o mesmo sistema de coordenadas e projeção do dado a ser importado. Caso tenha dúvidas de como criar uma location, acesse o tutorial sobre o assunto clicando aqui.

Crie uma location com o nome “solo_hidrografia” com a projeção UTM, Fuso 23 Sul e Datum SAD-69, Quando o assistente de criação de location perguntar se deseja definir a região e resolução, pode responder Não . Se desejar utilizar outros arquivos shape, você deve apenas inserir as informações do sistema de coordenadas referentes a estes.

Neste exemplo vamos utilizar o mapset PERMANENT, mas caso deseje, pode criar outro mapset. Agora vamos apenas selecionar o mapset e iniciar o GRASS no botão Start GRASS.

Na janela do Gestor de Camadas (gism), acione o menu Arquivo> Importar dados vetoriais> Formatos de Importação comuns. Ou no console de comando localizado na janela do Gestor de Camadas, digite o comando: v.in.ogr

Na janela aberta, o arquivo shape deve ser selecionado na caixa file, o formato pode ser selecionado na caixa Format. Nos arquivos deste exemplo, as informações de projeção estão ausentes, portanto deve-se marcar a caixa de opção Override dataset projection, então a camada a ser criada possuirá a projeção da location. Finalmente deve-se clicar em Importar. Caso ocorra algum erro na importação referente a projeção, verifique se o sistema de coordenada do shape corresponde ao da location, caso positivo, tente ativando a caixa de opção Override dataset projection. Repita o procedimento para os shapes hidro, solos, uf e capital. As feições destes shapes são de linha, área e ponto.

image

Ao final desta etapa, teremos um resultado semelhante ao da figura abaixo:

image

As camadas visíveis (circuladas na figura acima) podem ser alteradas simplesmente ativando ou desativando as caixas de opção na guia Camadas do mapa, a ordem de sobreposição pode ser feita clicando e arrastando as camadas para cima ou para baixo.

ATÉ O PRÓXIMO POST!

2 comentários:

  1. Hi.

    Do you know how to include square root or log, using v.db.update, in fields of attributive tables. Square root or log works well with r.mapcalc (for raster) but with v.db.update (for vectors) was impossible for me.

    Thanks.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello josé!

      The default database of GRASS GIS does not support this type of function and others like EXP, SIN, LOG, LOG10, etc..
      I tried exporting in Sqlite, but also not supported.
      I think that works with postgree or MySQL with the ODBC driver.
      Try to export your tables in the module "db.copy" using the ODBC driver or PG ...
      Good luck and sorry for could not help you

      Excluir